ITALIA DESLUMBRANTE - 10 X 295,00

Postado dia 18/01/2019
Próximas Viagens

ITALIA  DESLUMBRANTE - 10 X  295,00

1º DIA – APRESENTAÇÃO PARA EMBARQUE COM DESTINO AO AEROPORTO.

2º DIA – CHEGADA EM GÊNOVA – Acomodação no hotel. A cidade de Génova (Gênova em português brasileiro) deve remontar aos Gregos, como atestam as escavações de uma necrópole datada do século IV a.C., mas provavelmente o porto terá tido uma utilização mais antiga. Ligúria. Via Giuseppe Garibaldi é uma rua no centro histórico de Gênova, no noroeste da Itália, conhecida por seus antigos palácios. É um dos Strade Nuove construído pela aristocracia genovesa durante o Renascimento.  Le Strade Nuove é um sítio classificado como Património da Humanidade pela UNESCO desde 12 de Julho de 2006 que se estende ao longo das Strade Nuove e inclui o sistema de palácios conhecido como Palazzi dei Rolli. A Lanterna de Gênova é o principal farol do porto de Gênova na Itália. Com o tempo o farol tornou-se o símbolo da cidade e é uma das mais antigas estruturas do gênero ainda em atividade. PALAZZO REALE, o palácio é um dos maiores complexos arquitetônicos do século XVIII em Gênova, com salões representativos completos com afrescos, estuques, pinturas, esculturas, móveis e móveis pertencentes às famílias nobres e reais que o habitaram. As abóbadas dos salões e galerias são pintadas com afrescos de alguns dos nomes mais importantes da decoração barroca e rococó. A Catedral de Gênova. É dedicada a São Lourenço e é a sede do arcebispado de Gênova. A primeira igreja no sítio foi fundada entre os séculos V e VI e devotada a São Sírio, bispo de Gênova.

3º DIA: Deixaremos o hotel pala manhã com destino a MILÃO. No trajeto vamos conhecer TURIM (em italiano Torino e em piemontês Turin) maior cidade da região do Piemonte,  vamos ver em TURIM - Piazza Castello, no coração do centro histórico de Turim, na Piazza Castello que estão situados os principais monumentos da cidade, desde aqueles medievais, aos renascentistas e barrocos a Catedral, etc. Museu Egípcio - O Museu Egípcio de Turim é repleto de arqueologia, é o mais antigo do mundo e o mais importante depois daquele em Cairo. Chegada em Milão e acomodação do grupo no hotel.

4º DIA: MILÃO-A cidade foi fundada sob o nome de Mediolano pelos ínsubres, um povo celta. Posteriormente, foi capturada pelos romanos em 222 a.C., tornando-se assim muito bem sucedida sob o Império Romano.

Catedral Gótica mais bela do mundo é quase tocar o céu passeando pelos seus telhados. Essa maravilha da arquitetura medieval tem um pouco de tudo para agradar turistas e milaneses: o belíssimo revestimento de mármore de Candoglia, os vitrais que vão do século 13 ao século 20 e contam as histórias da bíblia, o coro de madeira, os órgãos seculares, a cripta de São Carlos, os restos romanos nos subterrâneos e a magnética estátua de São Bartolomeu apóstolo, que segura a sua própria pele. Galeria Vittorio Emanuelle - Pensada como um corredor entre a Praça Duomo e Praça Scala, era usada pela burguesia milanesa para passear antes ou depois dos espetáculos do Teatro Scala. Emoldurando toda a bela construção em estilo eclético de ferro e vidro. Santa Ceia - Uma das maiores e mais conhecidas obras de arte do mundo está em Milão. O que muita gente não sabe é que a Santa Ceia de Leonardo da Vinci não é um quadro e sim uma parede pintada a seco, a entrada para visitação é controlada e feita a grupos de 25 pessoas a cada 15 minutos. Corso di Porta Venezia - Via Manzoni, Via Monte Napoleônico e Via Della Spiga. São essas as quatro ruas que formam um quadrado. Chamado de Quadrilátero da Moda dentro desse perímetro você encontra a maior concentração de grifes do mundo, com uma sucessão de lojas e vitrines que fazem cair os queixos, às vezes pela beleza das roupas, mas quase sempre pelos preços astronômicos.

 A Praça Duomo e a catedral fazem a beleza da cidade. Ninguém pode passar por Milão sem passar por ali e Contemplar com calma o Duomo e suas agulhas de mármore, cenário de um mundo de cerca 2.700 estátuas na parte de fora. Admire telamões, santos e gárgulas, sem esquecer-se da mais importante senhora milanesa, a Madona mia, que domina a agulha maior. Em seu interior  os vitrais que contam a história de santos e o evangelho, a famosa estátua de São Bartolomeu dissecado no fundo da nave direita e a cripta de São Carlos embaixo do altar.

Praça Scala: leva o nome do conceituado teatro de lírica, o Teatro Alla Scala. A fachada neoclássica é fantástica, mas todo esplendor está no seu interior com uma bela sala em forma de ferradura que ainda hoje hospeda a temporada lírica, de ballet e da filarmônica. Foi ali, em março de 1870 que o compositor brasileiro Carlos Gomes estreou a ópera O Guarani.

5º DIA: Saída pela manhã para VENEZA, no trajeto vamos visitar VERONA,  que foi fundada pelos Celtas. Mais tarde, foi uma colônia romana em 89 a.C., com o nome de Augusta. Foi capital de ducados durante o Reino Lombardo. A cidade foi palco para a célebre matança de franceses conhecida com o nome de Páscoas Veronesas. Vejam em Verona: Torre del Lamberti - Com muitas atrações e monumentos na cidade, visite a Torre del Lamberti, conhecida pelos dois sinos: o primeiro servia de alerta nos casos de incêndio, enquanto o segundo convocava os cidadãos à luta. Quando visitar a torre, dê uma circulada na praça também.  Ponte Pietra - Outra visita interessante é à Ponte Pietra, que foi construída em madeira no início no século I e, após cair diversas vezes, foi modificada de acordo com os estilos da época. É possível notar as diferentes épocas em sua construção. Casa da Julieta - Localizada entre a Piazza Delle Erbe e a Piazza dei Signori, este é o lugar onde morava Julieta personagem principal da história. Romeu e Julieta. Na casa o turista encontrará o balcão onde a personagem chorava pelo amado, a estátua e muitos outros objetos que estão citados na história. A casa foi construída no século XIII e restaurada em 1935. Nela, você conhecerá os três andares, incluindo a sacada onde Julieta falava com Romeu. Ao passar pela estátua da personagem, há diversos bilhetes deixados por casais apaixonados – segundo a lenda, dizem que ao deixar um bilhete no local o amor florescerá, assim como o dos personagens. Mosteiro de San Francesco al Corso - No Monastério de San Francesco al Corso, há ainda um suposto túmulo de Julieta e na igreja ao lado, dizem que foi o local onde o casal teria se casado. Chegada em VENEZA e acomodação no hotel.

6º DIA: VENEZA Embora não haja nenhum registro histórico que lide diretamente com as origens de Veneza, os elementos disponíveis fizeram com que vários historiadores concordassem com a teoria de que a população original de Veneza era formada por refugiados de cidades romanas como Pádua, Aquiléia, Altino e Concórdia. Mais tarde, algumas fontes históricas romanas revelaram a existência de pescadores nas ilhas da lagoa de Veneza. Eles são referidos como incola lacunae (habitantes da lagoa). Basílica de São Marcos - a mais famosa das igrejas de Veneza e um dos melhores exemplos da arquitetura bizantina. Localizada ao lado do Palácio dos Doges, a basílica é a sede da arquidiocese católica romana de Veneza desde 1807. O Palácio Ducal - construído entre 1309 e 1424, também conhecido como Palácio do Doge, é um símbolo da cidade de Veneza e uma obra-prima do gótico veneziano. Grande Canal de Veneza - O Grande Canal é o maior e mais importante canal da cidade italiana. As pessoas podem realizar um passeio pelo canal, por meio de balsas cobertas chamadas ali de vaporetto ou quer por meio das famosas gôndolas.

Campanário de São Marcos - O Campanário da Basílica de São Marcos em Veneza, situado na praça do mesmo nome. É um dos símbolos da cidade de Veneza. A torre tem 98,6 m de altura e fica num canto da praça perto da entrada da basílica. DIA: Ca' d'Oro - é um conhecido palácio de Veneza, situado no Sestiere de Cannaregio e voltado para o Grande Canal. Atualmente é utilizado como museu. Basílica de Santa Maria della Salute - que se ergue perto da Punta della Dogana. Foi construída, tal como a Igreja do Redentor e a Igreja de São Roque, como ex-voto dos habitantes venezianos por causa da peste que em 1630 dizimou a população.  Piazzale Roma - uma praça entrada da cidade, no final da Ponte Del la Libertà. É um dos únicos lugares no núcleo urbano insular de Veneza acessível a veículos terrestres, como automóveis e ônibus A Torre do Relógio – é um edifício renascentista no lado norte da Piazza San Marco, na entrada da Merceria. É composto por uma torre, que contém o relógio, e edifícios mais baixos de cada lado. Ele fica ao lado do extremo leste do Procuratie Vecchie.

7º DIA: Neste dia seguiremos para FLORENÇA, no caminho vamos visitar BOLONHA -  cidade Etrusca em 510 a.C. No século II a.C., constituía uma colónia romana. Com a queda deste império, passou a pertencer ao Império Bizantino, submetida à Ravena. Entre 1796 e 1815, Bolonha foi ocupada por Napoleão Bonaparte; posteriormente, até 1859, pertenceu aos Estados Pontifícios.

Palazzo del Podestà - Construído no século 13, ali ficava a antiga sede do governo. Chegou a ser reformado em 1484, quando ganhou alguns toques renascentistas. Palazzo Re Enzo -  O nome é uma homenagem ao Rei Enzo da Sardenha, que ficou preso ali – em regime semiaberto, diga-se de passagem – dos 29 anos de idade até sua morte, aos 53.  Torre dell’Arengo - que fica bem no centro e abriga o maior sino da cidade, utilizado em outras épocas para alertar a população, caso houvesse alguma situação de emergência.  Voltone del Podestà - uma passagem que liga Piazza del Netuno à Piazza Re Enzo. Passando por entre os dois palácios, ele possui uma abóboda sustentada por 4 pilares laterais, formando uma cruz. Esse conjunto produz um efeito acústico interessante: se uma pessoa estiver de frente para um desses pilares e sussurrar alguma coisa, outra pessoa consegue escutar o que foi dito, estando de frente para o pilar que fica no lado oposto.  Palazzo Comunale - também conhecido como Palazzo d’Accursio. Já foi a sede dos magistrados e residência do jurista Accursius no século XIII (daí o seu nome). Hoje abriga uma exposição de arte.

Destacam-se, na sua fachada, o relógio da torre e a estátua de bronze do Papa Gregorio XIII (que era bolonhês), em cima de um belo portal. Basílica de San Petrônio – A igreja é enorme e por muito pouco não foi maior que a própria Basílica de São Pedro (reza a lenda que o Papa da época teria boicotado o projeto original, temendo que a igreja realmente ficasse maior e ofuscasse a famosa Basílica do Vaticano). Chegada em Florença e acomodação no hotel

8º DIA: FLORENÇA – A Grande Sinagoga de Florença, também conhecida como Tempio Maggiore ("Templo Principal"), é considerada uma das mais belas da Europa. Destacam-se as diversas e belíssimas catedrais de épocas e estilos diferentes.

Piazza della Signoria - Esta é a principal praça da cidade, localizada na parte central da Florença Medieval, onde se encontra o Palazzo Vecchio é também o coração da vida social da cidade. Essa praça possui uma forma um pouco especial, semelhante a uma letra “L”, está bastante próximo da “Ponte Vecchio”. Museo Nazionale del Bargello - Um dos museus mais importantes da Itália, possui uma das histórias mais interessantes entre todos, já foi sede do governo, prisão, sede do Conselho de Justiça e somente em 1859 se tornou realmente um museu, destinado a documentar a história e arte da Toscana. Destaque: Sala de Michelangelo e da Escultura do “Cinquecento”; Sala dos Marfins (265 peças); Capela de Maria Madalena e Sacristia; Salão de Donatello e da Escultura do “Quattrocento”; Sala da Armas (mais de 2 mil peças).  Galleria degli Uffizi - Outro dos museus de grande importância da Itália, este por sua vez conserva obras de ninguém menos que Leonardo da Vinci, Sanzio, Tiziano, Durer, Botticelli, Rubens e também Michelangelo. Palazzo Pitti - Este é um grande palácio renascentista, situado às margens do rio Arno, bastante próximo também da Ponte Vecchio e foi originalmente construído em 1458. Como quase todas as construções centenárias da Itália ele foi sofrendo com reformas e ampliações com o passar dos anos. Santa Maria Novella - igreja muito interessante, pois remontam aos tempos mais remotos. Ela começou a ser construída em 1049 e passou por várias reformas e ampliações ao longo do tempo.

9º DIA: Saída após o café da manhã para ROMA. Durante a nossa viagem vamos passear em PISA - Uma das Repúblicas Marítimas, Pisa em 1016, junto com Génova e outros aliados, expulsaram os sarracenos e conquistaram a Córsega e a Sardenha, e adquiriram o controle do mar Tirreno.  Praça do Duomo, conhecida como a Praça dos Milagres, construída entre os séculos XI e XIII, e que reúne quatro monumentos de grande importância, tanto que são reconhecidos como Patrimônio da Humanidade, pela UNESCO, desde 1987.Catedral de Santa Maria Assunta - e foi assistindo a uma missa nessa Catedral de Santa Maria Assunta que Galileu,ao ver um castiçal de teto balançando, descobriu a teoria do pêndulo aos 7 anos de idade.  Batistério de Pisa - dedicado a São João Batista, é um edifício religioso da cidade de Pisa, na Itália, fazendo parte do complexo arquitetônico. Torre de Pisa – a torre do sino é a torre Inclinada, que fez Pisa ficar conhecida em todo o planeta, quando se fala em Pisa já nos vem à mente a imagem da torre inclinada. Camposanto - um cemitério monumental para explorar, a partir do pátio, cheio de maravilhas como os sarcófagos romanos, desenhos preparatórios valiosos e grandes túmulos nas galerias laterais. Ele lembra que Pisa não é apenas a Praça dos Milagres. Chegada em ROMA e acomodação no hotel.

10º DIA: ROMA No começo foi governada por reis, mas, novamente de acordo com a tradição, tornou-se uma República em 509 a.C. A cidade cresceu e, no final da República, Roma era a capital de um vasto império em volta do Mar Mediterrâneo.

FONTANA DE TREVI - (em português é Fonte de Trevi) é a maior (cerca de 30 metros de altura e 20 metros de largura) e mais ambiciosa construção de fontes barrocas da Itália e está localizada no rione Trevi, em Roma.

COLISEU – O Anfiteatro Flaviano teria o nome de “Coliseu” inspirado no Colosso de Nero, uma estátua de cerca de 40 metros de altura que existia nas proximidades. Foi construído entre os anos 70 e 90 da “Era Cristã” e o imperador que deu início à construção foi o Vespasiano.

 FORUM ROMANO - era a região onde acontecia a vida pública e religiosa na antiga Roma. O Fórum é, junto com o Coliseu, a maior mostra da grandeza do Império Romano que se pode ver na atualidade.

MONTE PALATINO - é a mais central das sete colinas de Roma e uma das mais antigas partes da cidade. Ela tem uma elevação de 40 metros acima do Fórum Romano, para o qual tem vista em um dos seus lados. De outro, domina o vale ocupado pelo Circo Máximo.

11º DIA: VATICANO EXCLUSIVO: PRAÇA DE SÃO PEDRO - Localizada aos pés da basílica de mesmo nome, a Praça de São Pedro é uma das praças mais bonitas do mundo e pode abrigar mais de 300.000 pessoas. BASÍLICA DE SÃO PEDRO - A Basílica de São Pedro em Roma é o edifício religioso mais importante do mundo, abriga a Santa Sede, é a igreja do Papa. MUSEUS DO VATICANO - Os Museus Vaticanos reúnem a maior coleção de arte da Igreja Católica Romana. É uma das principais atrações turísticas de Roma. CAPELA SISTINA - A Capela Sistina é um lugar que todo mundo deveria visitar. Nela, é possível apreciar as obras-primas de Michelangelo: A Criação de Adão e o Juízo Final.Catacumbas de São Sebastião - (Via Appia Antica, 136), um soldado que foi martirizado por ter se convertido ao cristianismo. Catacumbas de São Calixto - (Via Appia Antica, 126) Com uma rede de galerias de mais de 20 quilômetros de extensão, as tumbas de São Calixto foi o local de enterro de 16 pontífices e dezenas de mártires cristãos. Catacumbas de Santa Inês - (Via Nomentana, 349): Depois de ser martirizada por sua fé cristã, Santa Inês foi enterrada nas catacumbas que posteriormente ganharam seu nome. PANTEÃO DO AGRIPA - O Panteão de Roma é a obra arquitetônica melhor conservada da Roma Antiga. Foi construído no ano 126 d.C. e é uma das visitas imperdíveis de Roma.

12º DIA: Após o café da manhã saída para NÁPOLES chegada e acomodação no hotel. NÁPOLES construída a poucos metros de outra cidade já existente, Partênope, que passou a ser chamada de Paleópolis ("cidade velha"). Foi conquistada pelos romanos em 327 a.C. durante a Segunda Guerra Samnita. MUSEU ARQUEOLÓGICO - Mas o grande destaque mesmo são as relíquias e mosaicos resgatados das ruínas de Pompéia e Herculano. Um ótimo complemento pra quem visitou (ou visitará) esses sítios arqueológicos. CATEDRAL DUOMO - Construída no século XIV  ela guarda uma relíquia inusitada de San, em Gennaro um frasco com uma amostra do sangue do santo. Reza a lenda que duas vezes por ano (maio e setembro) ele milagrosamente se liquidifica. PIAZZA DEL PLEBISCITO - Construída a mando de Napoleão Bonaparte, na época que dominou a cidade, ela possui alguns belos edifícios em destaque: O Palazzo Reali di Napoli, antiga residência do rei da Espanha e hoje abriga um museu e uma biblioteca.  A Igreja San Francesco di Paola, do uma cópia do Pantheon de Roma. Nas laterais, possui uma imensa colunata semicircular, lembrando a Praça de São Pedro, do Vaticano.  CASTEL NUOVO - Construído no século 13, esse castelo-forte é um dos cartões postais de Nápoles. Com torres cilíndricas e uma entrada adornada com um belo arco triunfal cheio de relevos decorativos, ele abriga um museu com obras de arte italianas de diferentes épocas.

13º DIA: Neste dia iremos visitar POMPÉIA - cidade do Império Romano. A antiga cidade foi destruída durante uma grande erupção do vulcão Vesúvio no ano 79, que provocou uma intensa chuva de cinzas que sepultou completamente a cidade.

VILA DOS MISTÉRIOS -  é uma villa romana suburbana bem preservada nos arredores de Pompeia, sul da Itália, famosa pela série de afrescos em um dos quartos, que geralmente acredita-se que mostrem o início de um jovem mulher em um culto de mistério greco-romano

TEMPLO DE APOLO - é um templo romano dedicado ao deus grego e romano Apolo na antiga cidade romana de Pompéia. De frente para o lado norte da cidade, é o edifício religioso mais importante da cidade e tem um estado de origem muito antigo.  CASA DO FAUNO - é o nome pelo qual ficaram conhecidas as ruínas da casa construída durante o século II A.C. como uma das maiores e mais impressionantes casas romanas, e alberga algumas impressionantes obras de arte. LUPANAR - termo que designava prostíbulos na Roma Antiga é o nome do mais famoso dos bordéis localizados nas ruínas da cidade romana de Pompeia. É um sítio arqueológico de interesse particular devido às pinturas eróticas que cobrem suas paredes. JARDIM DOS FUGITIVOS - Uma das mais dramáticas evidências do que aconteceu naquele trágico dia em 79 DC, com os moldes dos corpos das vítimas da erupção. Durante as escavações nesta área (1961-62 e 1973-74) os corpos de 13 vítimas foram encontrados, enquanto tentavam se salvar em direção a Porta Nocera.  GRANDE TEATRO - foi construído na era samnita, mas foi completamente reconstruído no século II aC, durante a era agostiniana, como testemunha uma antiga inscrição ainda conservada. Como reunido a partir do nome, o teatro era enorme e poderia acomodar até 5000 pessoas. Sua principal peculiaridade é a excelente acústica.  FÓRUM - construído por volta do século IV a.C, durante a era sanita: era uma pequena área aberta em torno da qual as lojas eram colocadas. Retorno ao hotel em Nápoles no final da tarde.

14º DIA: Faremos a travessia para ILHA DE CAPRI uma ilha italiana situada no golfo de Nápoles, na região da Campânia, no mar Tirreno, a pouca distância do continente.  O passeio é feito de barco, por pontos  pitorescos imagináveis, onde o tom azul se destaca por todos os lados, mas a GRUTA AZUL é simplesmente deslumbrante, neste passeio existem paradas para banho.

15º DIA: EXCLUSIVO PARA VIAGEM DE RETORNO.

CONDIÇÕES GERAIS

  1. INCLUI NO PACOTE: 13 NOITES DE HOTEL COM CAFÉ DA MANHÃ, AÉREO DE IDA E VOLTA E CONDUÇÃO RODOVIÁRIA PARA A EXECUÇÃO DO ROTEIRO DE ACORDO COM O NÚMERO DE PESSOAS.

  2. NÃO INCLUI NO PACOTE: TAXAS, REFEIÇÕES, INGRESSOS, ENTRADAS, BILHETES, PASSEIOS EM CONDUÇÃO LOCAL, SERVIÇOS DE GUIA LOCAL QUANDO HOUVER.

  3. HOTEIS OU POUSADAS DE CATEGORIA TURÍSTICA.

  4. VALOR POR PESSOA EM APTOS DUPLOS OU TRIPLOS: 10 X 295,00 EUROS.

  5. ÚNICO DOCUMENTO VÁLIDO PARA EMBARQUE É O PASSAPORTE DENTRO DA VALIDADE E EM BOM ESTADO.

  6. DATA DA VIAGEM: 09/10/2019 A 23/10/2019

     

     

     

Imprimir Roteiro

Comentarios

Estamos na R. Coronel Nogueira Padilha n. 532, Vila Hortência
Sorocaba / SP

(15)3033-0090
(15)3033-0080
transgerciturismo@gmail.com